LeituraQuem foi Rubem Alves?

22 de setembro de 2017

Um dos maiores nomes em educação e teologia do Brasil, Rubem Azevedo Alves nasceu em 15 de setembro de 1933, no interior de Minas Gerais, na cidade de Boa Esperança. Ainda jovem, com apenas 12 anos, se mudou com sua família para o Rio de Janeiro. E, em terras cariocas, Rubem sofria chacota por conta...

Um dos maiores nomes em educação e teologia do Brasil, Rubem Azevedo Alves nasceu em 15 de setembro de 1933, no interior de Minas Gerais, na cidade de Boa Esperança. Ainda jovem, com apenas 12 anos, se mudou com sua família para o Rio de Janeiro. E, em terras cariocas, Rubem sofria chacota por conta de seu sotaque mineiro do interior. A fim de escapar desses momentos, nosso introspectivo garoto refugiou-se em suas maiores paixões: a religião e a leitura.

Em 1953, Rubem iniciou sua carreira e estudos na área de teologia. Aprofundando seus conhecimentos em religião, mergulha em estudos teológicos e se torna pastor na cidade de Lavras. Entretanto, após se casar, em 1959, ter filhos e passar por sérias complicações por conta de doenças na família, Rubem abandona a igreja em 1963 e vai para Nova Iorque realizar seu mestrado em teologia.

No ano de 1964, decide retornar ao Brasil após concluir seus estudos pelo Union Theological Seminary. Entretanto, após ser perseguido pelo regime militar em 1968 e ser taxado como subversivo, Rubem Alves retorna aos Estados Unidos com sua família a fim de fugir das ameaças que sofria. Ali ele se doutora em Filosofia pelo Princeton Theological Seminary. A tese por ele defendida é lançada em 1969 pela editora Corpus Books, da Igreja Católica, com o título de A Theology of Human Hope, primeiro passo para a constituição da Teologia da Libertação.

Ao retornar para o Brasil, em 1969, Rubem Alves passa a lecionar no Instituto Presbiteriano Gammon, na cidade de Lavras, Minas Gerais, no Seminário Presbiteriano de Campinas, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro e na UNICAMP, onde conseguiu o cargo de professor emérito.

É nesse período, enquanto leciona, que Rubem Alves investiu ainda mais na carreira de escritor. Ao fim dos anos 80, quando conquista o título de psicanalista, já havia escrito dezenas de obras traduzidas nos mais diversos idiomas. Desde livros infantis até textos acadêmicos, Rubem Alves sempre foi respeitado e estudado em todos os campos que viveu.

Como um palhaço que entra no picadeiro com a missão de divertir, ou como um mago repleto de truques, nunca como alguém que ilude e sim como quem acredita e faz crer. Para Rubem Alves, o ato de ensinar deveria ser sempre visto como algo alegre e lúdico, exercido com arte, paixão e amor, e visto com muito respeito pela sociedade.

Algumas sugestões de livros de Rubem Alves disponíveis na Árvore, para você ler agora mesmo:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.