Leitura5 livros para comemorar os 80 anos de Marina Colasanti

28 de setembro de 2017

Na última terça-feira, dia 26 de setembro, a escritora Marina Colasanti – homenageada e madrinha do nosso Prêmio Viajantes Literários – fez aniversário. São 80 anos dedicados à literatura, às artes plásticas e à sensibilidade da qual só ela é capaz. Marina nasceu na Eritreia, no continente africano, morou na Itália e chegou ao Brasil...

Na última terça-feira, dia 26 de setembro, a escritora Marina Colasanti – homenageada e madrinha do nosso Prêmio Viajantes Literários – fez aniversário. São 80 anos dedicados à literatura, às artes plásticas e à sensibilidade da qual só ela é capaz. Marina nasceu na Eritreia, no continente africano, morou na Itália e chegou ao Brasil ainda criança. Tem formação em artes plásticas, trabalhou como jornalista, é tradutora, ilustradora e hoje possui uma das obras mais significativas da literatura brasileira contemporânea, são mais de cinquenta livros publicados desde 1968, entre poemas, contos, crônicas e ensaios. Desde então, foi vencedora de inúmeros prêmios literários e sua obra tem sido tema de diversas teses e dissertações acadêmicas.

Na obra de Marina Colasanti se entrelaçam os universos dos contos de fada, do maravilhoso, do feminino, do eterno e do amor, para citar apenas alguns. De uma sensibilidade poética ímpar, seus textos parecem tocados pela eternidade, imunes à efemeridade da vida e à brevidade desordenada dos fatos de nossos dias. Muito mais que livros destinados a crianças e jovens, a obra de Marina é capaz de tocar qualquer leitor interessado na complexidade da alma humana. Abaixo, separamos alguns livros disponíveis na Árvore que permitem ao leitor os primeiros passos no mundo da escritora.

23 histórias de um viajante
Global Editora
As 23 Histórias de um Viajante, de Marina Colasanti, instigam e inquietam o leitor pela estrutura e densidade dos temas, mas sobretudo pela sensibilidade que está por trás delas. Os 23 contos narrados pelo viajante se desenvolvem a partir da proposição lançada na história inicial, cujo significado se revela no final, fechando o ciclo iniciático. Dessa forma, o livro pode ser lido como uma série de contos ou como um romance unido pelo fio sutil que liga todas as histórias e as projeta muito além das fronteiras do possível. Mantendo a unidade espiritual com a escrita, as ilustrações do livro são da própria autora. A mão que inquieta com a palavra sabe também encantar com o desenho.

Uma ideia toda azul
Global Editora
Em Uma Ideia Toda Azul, reis, rainhas, princesas, príncipes, unicórnios, gnomos, cisnes, fadas são alguns dos personagens dos dez contos. As histórias, embora passadas em lugares imaginários – castelos, bosques, reinos distantes -, revelam sonhos, fantasias, medos, desejos e outros sentimentos sempre presentes na alma humana. A linguagem de sonoridade poética narra a história da princesa sem amigos, do rei prisioneiro em seu próprio reino, do unicórnio e sua paixão, da corça aprisionada, da princesa, possessiva, insensível… Os aspectos simbólicos e os valores contidos nesses contos são básicos para a formação da personalidade da criança.

Doze reis e a moça no labirinto do vento
Global Editora
O livro “Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento” reúne treze contos que, embora escritos em uma época marcada pela velocidade e pelo mundo virtual, traz à tona o encantamento dos contos de fada. Os personagens habitam lugares distantes, vivem em outros tempos, porém buscam, como o homem de hoje, a liberdade, a justiça, o amor, o sonho, a própria identidade.

Hora de alimentar serpentes
Global editora
Nesta obra, Marina Colasanti nos tira a todo instante de nossa zona de conforto e nos lança em zonas de confronto, por meio de narrativas breves, alternadas com textos mais longos. Embora pertencendo à literatura fantástica, os relatos ignoram fronteiras e se lançam com a mesma intimidade dentro e fora da realidade guiados pelo olhar irreverente e crítico da autora. Ironia e doçura constroem personagens que, por mais imprevisíveis ou erráticos, nos soam admiravelmente familiares. Contos na medida certa para ler, sentir e despertar para o encantamento provocado por suas palavras.

O nome da manhã
Global Editora
O livro reúne 49 poemas da autora agrupados em seis temas: ‘Mais um dia começa’, ‘Estranheza com beleza’, ‘Os dentes e a fome’, ‘O outro e o mesmo’, ‘Inventar a própria história’ e ‘O futuro é sempre adiante’. O reino animal, a chuva, o vento, o mar, as flores, a temporalidade, a mulher, o adolescente, pequenos detalhes do dia a dia, entre outros, são observados e tecidos com a sensibilidade poética de Marina Colasanti. Poemas na medida certa para ler,sentir e apreciar o encantamento provocado por suas palavras.

Esses são apenas as nossas sugestões de hoje. Na Árvore tem muito mais da autora para você. Leia, encante-se e viaje no mundo poético de Marina Colasanti.

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: