Leitura4 dicas para incentivar a leitura nas férias de julho!

27 de junho de 2016

Como profissional da educação, você sabe a importância de estimular a leitura desde cedo, não é mesmo? Além de auxiliar no processo de aprendizado, a leitura contribui com a escrita desenvolvendo o senso crítico, tornando-se, assim, um item essencial para o cotidiano das crianças e jovens. Entretanto, na prática, a missão de incentivar a leitura...

Como profissional da educação, você sabe a importância de estimular a leitura desde cedo, não é mesmo? Além de auxiliar no processo de aprendizado, a leitura contribui com a escrita desenvolvendo o senso crítico, tornando-se, assim, um item essencial para o cotidiano das crianças e jovens. Entretanto, na prática, a missão de incentivar a leitura parece um pouco mais complicada.

Com a modernização, os alunos têm se aprofundado no universo tecnológico, recebendo de forma instantânea todas as informações que julgam ser necessárias. Em contrapartida, eles acreditam que o hábito da leitura prolongada e contínua tornaram-se desnecessárias, fator que influenciou muitos a praticamente abandonar os livros.

Para reverter essa situação, que tal incentivar os alunos a retomar a prática da leitura durante as férias de julho? Com tempo disponível no período, eles podem aprender a apreciar a vida encantada e misteriosa dos livros.

Acha uma boa ideia, porém não sabe ao certo o que fazer? Confira 4 dicas que irão ajudá-la nesse processo!

Explique os gêneros literários

Quando a criança ainda é muito nova, ela não sabe que existem opções de livros para todos os gostos. Muita das vezes, associam a leitura com algo chato e cansativo, pois em sala de aula é trabalhado conteúdos tradicionais e clássicos, que podem passar uma imagem equivocada sobre o universo literário. Então, antes de mais nada, esclareça em sala de aula que existem diversos gêneros e indique opções mais leves para as férias de julho, que podem ser um ótimo entretenimento para a garotada.

Incentive a leitura por prazer

Não há nada melhor do que mergulhar, por vontade própria, no universo literário, certo? Por isso, estimule as crianças e jovens a ler por prazer e não por obrigação. Esta é uma alternativa saudável de fazer com que eles criem o hábito da leitura naturalmente. Então, não force a barra, combinado?

Relacione a leitura ao cotidiano

Nada mais eficiente do que trazer a leitura para o dia-a-dia dos alunos como forma de incentivá-los, concorda? Nesse contexto, apostar em atividades complementares que englobam a literatura mostra-se como uma estratégia eficiente. Vale representações artísticas dos livros ou criação de desenhos baseados nas histórias lidas: o importante é mostrar para os estudantes que a leitura pode ser, sim, divertida.

Outra estratégia é levar os alunos para conhecer na prática o tema abordado nos livros. Se o assunto é animais, realizar a leitura em reservas, por exemplo, pode tornar o processo muito mais interessante, não acha?

Utilize a tecnologia a seu favor

Alguns docentes ainda tentam nadar contra a maré, pois em vez de tirar proveito dos recursos tecnológicos, que podem ser extremamente úteis no universo escolar, eles declaram praticamente guerra contra estes dispositivos. Diante desse cenário, vai uma dica fundamental: não seja esse tipo de profissional da educação.

Reconheça a importância das tecnologias nas salas de aulas e utilize-as a seu favor. Que tal , por exemplo, incentivar os alunos no uso de e-readers e tablets para ter acesso a livros digitais? Esse pode ser o empurrãozinho que faltava para que o estudante adote de vez o hábito da leitura.

Os aspectos positivos não cessam por aí. Existem ainda páginas do facebook que ajudam o aluno a sentir mais interesse pela leitura. Se preferir, pode ainda impulsioná-los a criar um grupo de whatsapp, em que eles terão com quem discutir o conteúdo da publicação.

O que achou das dicas para incentivar a leitura? Acrescentaria algum item? Deixe um comentário!

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: