LeituraPor que você deve ler… A Ilha dos Dissidentes e A Ameaça Invisível

24 de junho de 2016

Distopias! Sabe o que significa essa palavra? Sendo fã ou não, você já deve ter ouvido falar de sagas literárias como Jogos Vorazes, Divergente ou O Doador de Memórias. Todas elas são distopias, ou seja, retratam uma sociedade caótica em que existe um grupo sendo oprimido e privado de seus direitos básicos. Essas sagas são...

Distopias! Sabe o que significa essa palavra? Sendo fã ou não, você já deve ter ouvido falar de sagas literárias como Jogos Vorazes, Divergente ou O Doador de Memórias. Todas elas são distopias, ou seja, retratam uma sociedade caótica em que existe um grupo sendo oprimido e privado de seus direitos básicos. Essas sagas são constantemente criticadas pelos céticos por se parecerem em diversos pontos, mas hoje não vim aqui pra discutir isso e sim para apresentar-lhes uma nova série distópica de livros diferente de tudo o que vocês estão acostumados.

Em A Ilha dos Dissidentes a escritora brasileira Bárbara Morais  conseguiu dar uma nova vida pra esse universo de livros que já está tão saturado. No livro, vemos o mundo através dos olhos de Sybil, uma protagonista feminina que descobre logo no início pertencer a uma classe de pessoas chamada  Anômalos, no decorrer do primeiro livro vamos conhecendo novas pessoas com personalidades distintas e maravilhosas, e sem dúvida você vai se identificar com algum deles. Além disso, temos o início de um romance extraordinário e uma alta dose de ação que nos faz ficar vidrados nas páginas até o final.

Já no segundo livro, temos uma abordagem diferente, o desenrolar da história é mais devagar e minucioso, exigindo um pouco de paciência. Mas me escutem quando digo que vocês serão recompensados por essa paciência. Da metade pra frente, temos várias reviravoltas que deixam qualquer um arrepiado e muitas das nossas dúvidas são esclarecidas mostrando o motivo maior da série em si. Vou me conter aqui para não entrar na parte do romance, digo apenas que se vocês forem como eu vão ficar um bom tempo lendo e relendo  o mesmo conjunto de palavras organizadas magicamente pela autora.

E o terceiro livro? O que falar? Bem não acho justo colocá-lo nessa matéria que já tem os outros dois, ele merece uma atenção especial. Sendo assim, volto outro dia para conversarmos sobre ele.

Resumindo: É um série de livros super bem construída e organizada, na qual a nossa queria autora conseguiu  inovar e deixar todo mundo com orgulho de ser brasileiro. Andei ouvindo algumas pessoas falar que a protagonista não foi bem construída e que os outros personagens têm personalidades mais marcantes que a própria Sybil.  Não poderia discordar mais de uma afirmação dessas, o mundo está acostumado com distopias que destroem as personagens de uma forma irreparável, deixando-as apenas uma sombra do que foram um dia. Nessa série vemos uma personagem tão bem construída que nem mesmo os desafios e tristezas que ela enfrenta ao decorrer de sua vida são capazes de acabar com sua personalidade.

Sendo assim, arrisque-se! Descubra o que são os anômalos e como essa baixinha chamada Sybil fez para se virar em um mundo totalmente diferente do que conhecemos.

E se quiser saber mais sobre o livro, tem um vídeo legal aqui da Pam Oliveira. Assiste lá e comenta que leu na Árvore de Livros! #LinaArvore

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: