LeituraLeitura Digital: como o hábito beneficia a aprendizagem?

11 de outubro de 2016

A conexão permanente, o domínio nato dos dispositivos eletrônicos e a utilização constante de redes sociais leva muitos a pensarem que, diante de tantos apelos tecnológicos, crianças e adolescentes têm abandonado os livros e, portanto, lido cada vez menos, certo? Esse diagnóstico pode parecer uma descrição exata das novas gerações, mas tem uma informação completamente...

A conexão permanente, o domínio nato dos dispositivos eletrônicos e a utilização constante de redes sociais leva muitos a pensarem que, diante de tantos apelos tecnológicos, crianças e adolescentes têm abandonado os livros e, portanto, lido cada vez menos, certo?

Esse diagnóstico pode parecer uma descrição exata das novas gerações, mas tem uma informação completamente errada. Os jovens podem ter abandonado os livros, mas não a leitura.

Na verdade, especialistas afirmam que os adolescentes nunca leram tanto e, mais do que isso, se comunicam através da escrita como em nenhuma outra época. A diferença é que eles mudaram suas fontes – em vez dos livros, revistas e jornais, hoje eles são adeptos da leitura digital.

Mas essa novidade pode ser considerada, realmente, um avanço para a educação? Esse novo hábito pode, de fato, beneficiar a aprendizagem? Descubra agora como isso pode acontecer!

1. A leitura digital é mais acessível

O livro de papel, embora tenha beneficiado gerações e ainda seja extremamente importante, apresenta algumas limitações de acesso. Em primeiro lugar, para que crianças e adolescentes tenham contato com ele, é preciso que ele esteja disponível.

Quando consideramos a realidade educacional do país, na qual percebemos a falta de diversos elementos estruturais básicos e constatamos que, infelizmente, a maioria dos alunos não tem acesso a bibliotecas organizadas e atualizadas, não é difícil concluirmos que seria impossível disseminar o conhecimento apenas por meio dos livros, revistas e jornais impressos.

Ao contrário desses meios, o livro digital está cada vez mais acessível. Seja por computadores, tablets ou mesmo smartphones, é possível fazer uma revolução ao colocar a informação literalmente na mão dos estudantes.

2. É possível democratizar a informação

Diferente da situação dos livros impressos, que geram um custo para sua fabricação e distribuição e dependem de espaço físico para armazenamento, os livros digitais dispensam a maioria desses custos e, por isso, são economicamente mais viáveis.

Além da questão do preço, enquanto a leitura de qualquer material impresso é limitada a uma ou pouquíssimas pessoas de cada vez, uma obra oferecida virtualmente pode ser acessada por um número praticamente infinito de pessoas ao mesmo tempo.

Assim, uma única biblioteca digital é capaz de atender a milhares de escolas e seus estudantes, com um acervo amplo, atualizado e independente da disponibilidade de espaço físico.

3. Livros digitais permitem diversidade e interatividade

Todo educador já se deparou com o dilema de saber de sua responsabilidade na formação de cidadãos conscientes, mas ver-se frustrado por gastar muito tempo de aula ensinando os conteúdos, sem grande possibilidade para discussões, desenvolvimento de ferramentas cognitivas e debates mais profundos. Para esse problema, o conteúdo digital pode ser a solução!

Muito mais que informação, obras acessadas virtualmente têm a possibilidade de ligar os conteúdos tratados a outras formas de apresentação – vídeos, infográficos, animações – que podem ser ainda mais claras e contribuir muito para a compreensão do conteúdo, contando ainda com uma dose extra de interesse por parte do estudante.

Assim, o professor precisa gastar menos tempo tanto no preparo de recursos didáticos e avaliações (que já estão disponíveis nesses meios), quanto na explicação da matéria, e pode se dedicar a utilizar o precioso tempo com seus alunos para fazê-los pensar sobre a relevância desse conhecimento e mostrar como ele pode ser aplicado no dia a dia – uma verdadeira revolução!

4. A leitura digital contribui para a preservação do meio ambiente

Ao dispensar os materiais tradicionais, a distribuição do conhecimento por meios virtuais poupa o meio ambiente, por reduzir a necessidade de produção de papel e de utilização de combustíveis para transporte e logística – e ainda diminui consideravelmente a produção de lixo.

Quem agradece? O meio ambiente e as futuras gerações, que terão a oportunidade de esbanjar conhecimento sem necessitar explorar desnecessariamente os recursos naturais.

Já havia pensado sobre essas vantagens da leitura digital? Quer saber mais sobre como estimular seus alunos a aprenderem pelos meios virtuais? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da área e como elas podem revolucionar a educação!

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: