LeituraLeitores digitais: pesquisa revela hábitos entre estudantes

9 de junho de 2021

Você sabe os hábitos de leitura digital de alunos e alunas? A pesquisa Leitores Digitais, realizada pela Árvore, traz para você tudo o que precisa saber sobre o assunto! Lançada em maio de 2021, a pesquisa analisou 600 mil estudantes de escolas particulares e aproximadamente 178 mil em escolas públicas. Portanto, uma parte de todos...

Você sabe os hábitos de leitura digital de alunos e alunas? A pesquisa Leitores Digitais, realizada pela Árvore, traz para você tudo o que precisa saber sobre o assunto! Lançada em maio de 2021, a pesquisa analisou 600 mil estudantes de escolas particulares e aproximadamente 178 mil em escolas públicas. Portanto, uma parte de todos os usuários que utilizaram as plataformas digitais de leitura no último ano foram investigados.

Os usuários analisados estavam distribuídos por todas as regiões do Brasil. Você pode visitar o site e realizar o download de todo o estudo. Além disso, trazemos para você abaixo os destaques da pesquisa Leitores Digitais. Confira!

Professores incentivam leitores digitais a ter mais engajamento

 De acordo com o estudo, o impacto da leitura é maior quando há a mediação do professor. Além disso, os educadores garantem maior engajamento dos estudantes. 

Isso porque os livros digitais que possuem a indicação do professor são mais lidos nas plataformas da Árvore. E não só isso: os alunos leem esses livros até o fim e completam a obra a partir da motivação recebida pelos educadores.

Estudantes mais jovens são mais engajados na leitura digital

Os dados mostram ainda que os leitores digitais mais jovens conseguem completar os livros de maneira mais fácil. Essa tendência é natural pelas características das obras destinadas a cada público. 

Para Letícia Reina, gestora educacional da Árvore, esse comportamento dialoga com a tendência previamente levantada, de que a competição pela atenção dos adolescentes é maior. Assim, há mais desafios no incentivo à leitura entre esse público. “De um modo geral, os livros voltados aos leitores adolescentes são mais longos e complexos. Por isso, é natural que os leitores digitais realizem suas leituras por capítulos, de acordo com que é pedido pelo professor”, explica a gestora.

Alunos e professores buscam a leitura digital para se informar durante a pandemia

A Árvore Atualidades, plataforma que disponibiliza conteúdo jornalístico adaptado ao público infanto-juvenil, também esteve presente no estudo. Portanto, o tema mais lido na plataforma pelos leitores digitais esteve relacionado à pandemia que impactou o Brasil e o mundo. 

A informação mostra que alunos e professores buscaram se informar cada vez mais utilizando a plataforma. “Vemos um cenário em que as matérias jornalísticas em meio digital estão sendo usadas para formar leitores mais críticos. Assim, quando estamos falando de leitura, esse conceito se refere ao amplo movimento de ler o mundo. Inclui ler diferentes textos, escritos ou audiovisuais. Essa leitura amplia o repertório do aluno, informa e forma para as habilidades das diferentes linguagens. E esse acesso veio por meio das tecnologias digitais”, detalha Letícia Reina.

Temas mais lidos pelos leitores digitais

O cenário pandêmico mundial reflete nos assuntos mais procurados entre os estudantes: pandemia, coronavírus e medicina são os principais. Além disso, temas como tecnologia, comportamento e sustentabilidade também aparecem no ranking. 

O tema aprendizado é o mais lido entre os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Dessa maneira, o assunto está relacionado tanto às fábulas e contos de fadas, como a guias e tutoriais. Os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental preferem os títulos de aventura e os alunos do Ensino Médio leem mais romance.

 

Gostou dos dados? Você encontra muito mais no arquivo completo da pesquisa Leitores Digitais, disponível no site. Além da reflexão sobre o comportamento dos leitores da plataforma, a pesquisa disponibiliza ainda artigos de Fernanda Saboya, diretora geral da Editora Melhoramentos; Zoara Failla, gerente de projetos do Instituto Pró-Livro e Livia Vianna, editora executiva da Editora Record, entre outros.

 

teste-gratis-arvore-livros-escolas

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: