LeituraEncontro a autora Stella Maris Rezende

26 de abril de 2018

É comum associarmos a expressão “bom encontro” a momentos em que a descoberta de algo novo nos torna pessoas de algum modo diferentes. A descoberta de um livro apaixonante, por exemplo, é um desses bons encontros da vida e quando ele acontece, algo diferente realiza-se dentro de nós. Imagine agora quando esse bom encontro ultrapassa...

É comum associarmos a expressão “bom encontro” a momentos em que a descoberta de algo novo nos torna pessoas de algum modo diferentes.

A descoberta de um livro apaixonante, por exemplo, é um desses bons encontros da vida e quando ele acontece, algo diferente realiza-se dentro de nós.

Imagine agora quando esse bom encontro ultrapassa as páginas do livro e temos a oportunidade de estar perto dos autores que admiramos, descobrir como eles criaram nossas histórias favoritas e trocar ideias sobre os livros que tanto nos tocaram. É uma experiência indescritível.

Os alunos do 6º ano do CEFI (Centro de Educação e Formação Integrado), localizado em Piabetá – Magé, no Rio de Janeiro, escola que utiliza a plataforma Árvore de Livros, vivenciaram essa experiência e certamente saíram dela transformados. Se muitos já eram leitores curiosos, depois do encontro com a premiada escritora Stella Maris Rezende ficaram mais fascinados e ansiosos por viver novas aventuras literárias.

Mas essa história não começa por aqui. Há muito ainda por contar.
Tal como os livros de Stella Maris nos motivam a olhar com afeto e curiosidade para as palavras, é possível dizer que foram elas também que tornaram esse encontro possível.

A turma de 6º ano do CEFI, com orientação da professora Mônica Andréia, participou do Prêmio Viajantes Literários, projeto de leitura da Árvore de Livros que convidou alunos de todo o país a viajarem pelo mundo da literatura. Na escola, o projeto assumiu uma proporção muito grande, mobilizando os estudantes em muitas outras ações, tanto de leitura quanto de escrita. Para tornar tudo mais especial, a professora decidiu juntar as atividades criativas propostas pelo Prêmio a outro projeto já existente na escola, uma feira literária anual, cujo tema deste ano era uma homenagem às mulheres presentes no universo da literatura.

A escritora homenageada pela turma do 6º ano, Stella Maris Rezende, serviu de referência para as principais atividades dos dois projetos. Os alunos leram diversos livros da autora na plataforma, escreveram cartas para ela, imaginando-a criança como eles, montaram uma peça de teatro a partir de suas histórias, e não para por aí, compuseram até mesmo uma música inspirados pela biografia de Stella. O engajamento no projeto de leitura estendeu-se até o mês de outubro quando a Feira Literária da escola aconteceu. Sobre as vivências, a professora Mônica diz: “foi uma experiência muito prazerosa e rica, pois estimulou a criatividade, o interesse pela leitura e a responsabilidade, já que trabalhamos simultaneamente com a Feira Literária”.

Nós da Árvore acompanhamos de perto tudo que a turma e a professora produziram e nos envolvemos de modo intenso nessa experiência. Para contribuir ainda mais com as descobertas dos alunos, promovemos uma oficina de fanzines na escola, partindo das impressões de leitura do livro “A Coragem das Coisas Simples”, também de Stella Maris Rezende, que foi um dos mais lidos pela turma na plataforma.

A oficina partiu das impressões de leitura e de uma conversa com os alunos sobre o livro para trabalhar o tema da coragem nas coisas mais simples do dia a dia. Os estudantes produziram fanzines inspirados pela leitura e pelo tema proposto, a partir das técnicas apresentadas durante a oficina. Ela também foi um aquecimento para um dos momentos mais esperados em meio a todas as atividades, e que fecharia com chave de ouro toda a experiência de leitura que vivenciaram durante o Prêmio Viajantes Literários e a a Feira Literária da escola, a visita da autora à escola.

Registro da oficina de fanzine

O dia do encontro chegou. A equipe da Árvore acompanhou a escritora à escola. Foram momentos emocionantes e gratificantes. Todos os alunos estavam ansiosos e animados por esse dia. Eles organizaram tudo que tinham produzido ao longo dos meses de leitura e atividades e apresentaram seus trabalhos para Stella, que passou horas compartilhando experiências com a turma e também contando histórias, conversaram bastante sobre a beleza de certas palavras e ouviram com atenção tudo que a escritora contou. Ela foi surpreendida com homenagens, como a apresentação da peça de teatro produzida pela turma e também da música composta pelos estudantes, momento bastante emocionante. Os alunos também fizeram um vídeo sobre a biografia da escritora e até levaram um bolo para um momento de confraternização, com o tema de sua cidade natal, Dores do Indaiá, em Minas Gerais.

Os alunos do 6º ano e a professora Mônica ficaram muito felizes com presença da escritora Stella Maris Rezende na escola e com todas as experiências e aprendizados experimentados durante o processo, que envolveu os alunos em experiências com diferentes linguagens. A turma ficou muito orgulhosa de apresentar seus trabalhos para a autora que, na verdade, já era amiga de todos, pois tinham-na encontrado em diversos outros momentos, quando viajavam curiosos pelas páginas de muitos de seus livros.

Esses e outros bons encontros são provas de que a leitura pode salvar momentos, e encher os olhos e os corações de todos de afeto e sonhos, inspirando estudantes, professores e também escritores a continuarem acreditando na educação e na potência e beleza das palavras e da literatura.

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: