EducaçãoComo é a educação na Finlândia: vantagens da aprendizagem experimental

10 de agosto de 2017

Você sabe como é a educação na Finlândia? Além do clima frio e de ser considerado o país de origem do bom velhinho, a Finlândia é famosa por possuir um dos melhores e mais eficientes sistemas educacionais do mundo. Há anos, o sistema educacional da Finlândia aparece no topo dos rankings internacionais. Além de características...

Você sabe como é a educação na Finlândia? Além do clima frio e de ser considerado o país de origem do bom velhinho, a Finlândia é famosa por possuir um dos melhores e mais eficientes sistemas educacionais do mundo. Há anos, o sistema educacional da Finlândia aparece no topo dos rankings internacionais.

Além de características como a valorização dos professores, dos estudantes e das artes, pode-se dizer que, no sistema educacional da Finlândia, a busca por novos métodos e adaptações aos tempos modernos é o que vem tornando as escolas finlandesas cada vez mais eficazes, no objetivo de formar estudantes capacitados e seguros.

Baseado na aprendizagem experimental, o novo sistema educacional da Finlândia foi implementado com o propósito de aumentar (ainda mais) a qualidade do ensino.

E você? Já ouviu falar em como funciona o sistema educacional na Finlândia? Continue sua leitura para conhecer como é a educação na Finlândia.

A aprendizagem experimental

O phenomenon learning, adaptado para “aprendizagem experimental”, em português, é um modelo de ensino no qual as aulas tradicionais, ou seja, as divididas por disciplinas, são substituídas por projetos temáticos, nos quais os próprios alunos se apropriam do processo de aprendizado. Mas o que isso quer dizer?

Os estudantes, junto com seus professores, participam ativamente do planejamento e da abordagem de todo o conteúdo a ser desenvolvido em sala de aula.

Em escolas de ensino tradicional, por exemplo, as aulas estão divididas por disciplinas — como Matemática, História, Geografia, Ciências, Artes, Literatura e Língua estrangeira, entre outras, certo?

Já no sistema educacional da Finlândia, as aulas são determinadas por tópicos (ou fenômenos, segundo a terminologia adotada pelos educadores do país), selecionados previamente pelos alunos, em conjunto com os mestres de todas as disciplinas.

Abaixo, explicaremos detalhadamente como funciona o sistema educacional na Finlândia.

Como funciona o sistema educacional na Finlândia

Na aprendizagem experimental, como mencionamos anteriormente, as disciplinas são substituídas por tópicos multidisciplinares, denominados fenômenos.

Isso significa que, na sala de aula, não serão abordados conteúdos exclusivos de uma única matéria, mas temas que envolvem várias áreas do conhecimento.

Para entender melhor como funciona o sistema educacional na Finlândia, imagine, por exemplo, a aula de História.

No ensino tradicional, ela aborda apenas temas pertencentes à disciplina, ou seja, a história de:

  • um continente
  • um determinado país
  • revoluções e guerras, entre outras vertentes.

No modelo de aprendizagem experimental, os professores de História, juntamente com alunos e docentes de Geografia, Línguas Estrangeiras e Física, planejam juntos a “aula sobre a Segunda Guerra Mundial”.

Outro exemplo? Na “aula sobre a Antártida”, os educadores das áreas de Geografia, Ciências, Química e Biologia (que utilizarão a ocasião para ministrar sobre a biodiversidade marinha nas profundezas do mar gelado), juntamente com os estudantes, criaram atividades e exercícios sobre o tema.

Por fim, um caso real, relatado à BBC, é a “aula de Smartphones”. Os alunos relataram a seus professores que gostariam de pesquisar e aprender mais sobre o fenômeno dos smartphones, cada vez mais presentes e essenciais no cotidiano.

O tema, que também se aprofundou na história do desenvolvimento da telefonia, serviu para que os estudantes aprendessem conceitos das disciplinas de História, Matemática, Estatística e até mesmo Literatura, que abordou as mudanças na forma de escrever após o surgimento das mensagens de texto.

Leia também: As vantagens do uso da tecnologia na educação.

Como você pode notar, não há mais “aula de Matemática”, “aula de História” ou “aula de Ciências”. Neste novo sistema educacional da Finlândia, são oferecidas classes de diferentes temas, que abordam conceitos multidisciplinares.

Implementação

Naturalmente, antes de sua implantação, o novo sistema sofreu certa resistência. Afinal, a ideia de substituir as tradicionais disciplinas por fenômenos não é algo tão simples para se entender de primeira. Principalmente sendo tão conceituada, como é a educação na Finlândia.

Essa resistência foi comum sobretudo entre os professores e diretores das escolas, que passaram grande parte de suas vidas se preparando e especializando para ensinar determinadas matérias.

O governo finlandês, no entanto, viu na “escola do futuro” uma mudança positiva para o ensino no país.

Pensando nisso, o governo do país, desenvolveu um programa no qual, os educadores que aderissem ao método da aprendizagem experimental, receberiam incentivos, inclusive financeiros, por meio de bonificações.

Dessa forma, os docentes passaram a se identificar e a apoiar cada vez mais a nova abordagem, que hoje está presente na maior parte das escolas do país.

Como é a educação da Finlândia: 3 vantagens principais

Apesar de o antigo sistema possuir resultados acadêmicos impressionantes e eficácia comprovada nos principais rankings relacionados à educação, o novo sistema educacional da Finlândia conta com uma série de vantagens. Entre elas, estão:

1. Ensino por tópicos multidisciplinares

O ensino por fenômenos possui uma série de benefícios interessantes. O principal deles é a oportunidade de oferecer ao aluno, as habilidades das quais ele necessita para se desenvolver no século em que vivemos.

Isso porque, quando pensamos nos problemas do mundo atual, é preciso proporcionar aos estudantes uma visão global, com todas as ferramentas ideais para lidar com as questões atuais.

Dessa forma, o novo sistema educacional da Finlândia entra como uma forma de preparar as crianças para um universo que envolve questões relacionadas à economia global, às crises migratórias e às tecnologias.

2. Experiência colaborativa

Integrar os estudantes na construção das temáticas abordadas é, sem dúvidas, uma vantagem interessante, pois, motiva os alunos no processo de aprendizagem. Afinal, o sistema permite aos estudantes escolherem e planejarem todo o conteúdo abordado em sala de aula, juntamente com os professores.

Isso os torna cada vez mais interessados na escola, o que também melhora o desempenho dos alunos.

3. Papel do professor como mentor

No novo sistema educacional da Finlândia, pode-se dizer que o docente adquire um papel de mentor, na vida acadêmica dos alunos.

Isso acontece devido à liberdade criativa e à oportunidade de desenvolver, com os estudantes, novas fórmulas de ensinar, aprender e estimular o pensamento crítico.

Leia também: “Como ministrar uma boa aula: 5 dicas para motivar o aluno”.

Como você pode perceber, o novo sistema educacional da Finlândia representa uma mudança significativa em relação ao modelo tradicional, com o qual estamos mais acostumados.

Entretanto, trata-se de uma transformação positiva, considerando suas vantagens e a capacidade de formar alunos cada vez mais preparados para o futuro.

Gostou de como é a educação na Finlândia? Quer saber mais sobre novos modelos de ensino e aprendizagem? Sugerimos que inicie a leitura do artigo,O que é a sala de aula invertida?”.

Este texto foi escrito pela Árvore de Livros, empresa que já conquistou o Pitch Gov SP e por duas vezes o prêmio Top Educação.

Oferecemos assessoria pedagógica e os recursos que você precisa para acompanhar os seus alunos sem gerar trabalho extra.

Fazemos um trabalho pedagógico de desenvolvimento da leitura em uma plataforma 100% digital. Somos apoiados pela Fundação Lemann e adotados por grandes redes de ensino como a Rede La Salle e a Rede Salesiana. Entre em contato conosco!

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.