EducaçãoAtividades de empreendedorismo em sala de aula: aprenda como estimular os alunos

12 de dezembro de 2017

Atividades de empreendedorismo em sala de aula são eficientes para direcionar os alunos a uma realidade cada vez mais comum. Ter seu próprio negócio já é um caminho quase tão natural quanto buscar colocação no mercado formal de trabalho. Como o empreendedorismo na educação é uma tendência que cresce continuamente, o professor pode ser peça-chave...

Atividades de empreendedorismo em sala de aula são eficientes para direcionar os alunos a uma realidade cada vez mais comum. Ter seu próprio negócio já é um caminho quase tão natural quanto buscar colocação no mercado formal de trabalho.

Como o empreendedorismo na educação é uma tendência que cresce continuamente, o professor pode ser peça-chave na preparação dos alunos. Inclusive, auxiliando no desenvolvimento de uma visão e postura pró-ativas.

A seguir falamos sobre as atividades de empreendedorismo que os educadores podem trabalhar para despertar nos alunos o interesse sobre esse assunto. Confira!

Leia também5 passos para dar uma aula mais atrativa e completa.

Como trabalhar atividades de empreendedorismo na escola

Fale (naturalmente) sobre o assunto

Explicar o que é empreendedorismo durante o processo educativo é uma forma eficiente de despertar nos alunos a curiosidade sobre o tema. Muitos deles já podem ter até uma predisposição para viver essa realidade, sobretudo se têm exemplos no círculo familiar ou de amizades.

Então, quanto mais cedo eles entenderem que podem propor soluções para preencher lacunas no mercado e ainda serem donos do seu próprio negócio, melhor.

O professor pode abordar em sala de aula algumas características do mundo do empreendedorismo como:

  • Dificuldades que comumente envolvem o desafio de empreender;
  • Qual é o perfil profissional necessário para trilhar esse caminho;
  • Atributos que podem levar o empreendedor ao sucesso.

Além disso, é importante ressaltar que o empreendedor precisa saber aproveitar bem as brechas do mercado, usando muita criatividade para propor soluções inteligentes na forma de negócios.

Proponha atividades em grupo

Empreender tem tudo a ver com gerenciar e lidar com pessoas. As atividades criativas na sala de aula são de grande importância para o desenvolvimento interpessoal e para o senso de coletividade.

Ajudam também a despertar a necessidade de trabalharem um em prol do outro. São maneiras viáveis de como trabalhar empreendedorismo na escola.

Muitas vezes, o sistema educacional acaba impondo um cenário de constante disputa entre os alunos: por melhores notas, para receber feedback positivo diante da turma, para estar entre os melhores alunos.

Trabalhar em equipe é uma das melhores atividades de empreendedorismo, pois conscientiza sobre a necessidade de pedir e receber ajuda. Além de diminuir disputas desleais e promover competições saudáveis.

Leia também: As melhores formas de dar um feedback ao aluno, parte fundamental no processo educacional.

Estimule a criatividade

Uma das grandes bases do empreendedorismo é a criatividade. Justamente porque muitos negócios surgem para oferecer ao mercado um produto inovador, um serviço pioneiro ou um modelo de trabalho nunca visto antes.

O principal ponto é descobrir uma demanda que existe e ninguém havia percebido anteriormente.

Atividades de empreendedorismo em sala de aula precisam realizar o exercício de criatividade para ajudar os alunos a terem essa percepção cada vez mais apurada.

É possível propor tarefas que exijam que eles encontrem soluções diferenciadas para uma série de questões, trabalhando diretamente o que se faz no mercado empreendedor.

Aponte erros (de forma construtiva)

No âmbito escolar, o erro, ao menos tradicionalmente, é visto de maneira muito negativa, como se fosse um defeito. Então, é essencial trabalha-lo sob o prisma da oportunidade e melhoria.

É importante mostrar que as falhas servem para construir. Lidar com o erro como parte do processo faz com que os alunos busquem a melhoria necessária.

Assim, ele terá, na prática, uma das principais lições do empreendedorismo na educação: errar é aprender e fazer melhor.

Afinal, começar o próprio negócio não é fácil e falhar é comum. O empreendedor de sucesso sabe superar seus erros e seguir com o seu propósito.

Por isso, atividades de empreendedorismo em sala de aula são uma nova demanda e os professores podem ser parte fundamental nisso!

Leia maisReprovação escolar: 6 soluções para diminuir esse índice.

Exemplos de atividades de empreendedorismo em sala de aula

Aprendizados comuns na sala de aula podem ter grande valor no desenvolvimento do perfil empreendedor dos alunos.

Trabalhar essas características é fundamental para dar a eles a opção de ter (ou não) o seu próprio negócio.

Alguns exemplos:

  • Criar um projeto junto ao corpo docente para propor aos alunos o desafio de criar a Semana do Empreendedorismo na escola;
  • Realizar palestras para explicar o que é empreendedorismo;
  • Trazer pessoas da cidade onde a escola se localiza para contar suas trajetórias empreendedoras;
  • Realizar dinâmicas em equipes para desenvolver habilidades como criatividade, planejamento e inovação;
  • Aliar empreendedorismo à tecnologia para despertar a atenção dos alunos, etc.

Agora é hora de colocar a mão na massa!

Convide o corpo de professores para uma reunião e conversem sobre como incluir o empreendedorismo na educação na sua escola.

Avaliações contínuas, como o relatório de leitura, são fundamentais para verificar o desenvolvimento dos alunos e encontrar pistas de como ajudá-los a aprender mais.

5 vezes mais leitura por aluno. Já imaginou transformar o hábito de leituras dos seus estudantes dessa forma?

A Árvore já conquistou o Pitch Gov SP e por duas vezes o prêmio Top Educação. Oferecemos assessoria pedagógica e os recursos que você precisa para acompanhar os seus alunos sem gerar trabalho extra.

Compartilhe nas redes:

Leitura transforma

Siga a Árvore nas redes sociais /leianaarvore

   

Copyright © 2021 Árvore. Todos os direitos reservados.

Compartilhe nas redes: